segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Nostalgia

Sábado fui no shopping metrô Santa Cruz, fazia pelo menos uns 8 anos que não ia lá... Sempre ia com o Dani em tours "conheça São Paulo", achava divertido sempre pessoas diferentes e meio otaku... Cheguei a ir com meu irmão também, o dentista dele era por ali e chegamos a almoçar um yakisoba delicioso por lá.
Estar lá me encheu de nostalgia, meu Deus, olhar ao redor, aquela montueira
de adolescentes, e gente... eu já fui um deles...
Fomos ao cinema, assistir o filme dos Cavaleiros do Zodíaco, tinha lido algumas críticas, suficientes para não saber do que se tratava o filme, mas com dicas
de como aproveita-lo*.
O desenho começa e toda a computação te deixa deslumbrada (ou confusa,
caso compare com o antigo), de repente... As vozes, as dublagens do anime,
de quando eu tinha uns o que? 8 ou no máximo 10 anos? O Shun continua meu cavaleiro preferido, o Máscara da Morte me deu um pouco de vergonha alheia (porra, é o meu signo...), mas a voz do Hyoga, foi um soco no baço (ou um chute na pleura da peridural**), meu Deus, foi como entrar na casa do meu vizinho Kauê pra assistir o anime e depois eu podia jogar Sonic no megadrive dele ou lutar com a minha Barbie ginasta vs o Power Ranger dele. Licença poética?! PUTA QUE PARIU!
A sensação foi incrível, que delícia e que saudade... Depois de toda fase nostálgica vem o que? A crise! Quanta coisa mudou, quantos anos se passaram, será que a Barbara da época do desenho se orgulharia da Barbara de hoje?
Ou pelo menos da Barbara que ia no Sta Cruz? Uma confusão só, mas uma confusão boa (?), me fez refletir (um pouco, já que outras coisas também rodavam na minha cabeçolha) sobre o que estou me tornando, sobre minhas formas de pensar, sobre um passado bom e tranquilo da época. Mas com tudo isso veio
a pior parte... Aquela que já reclamei antes: a danada da saudade... Eita coisa ruim, mas ela veio, não deu para evitar, saudade dos meus brinquedos, saudade dos álbuns de figurinhas incompletos e do orgulho de ter um primo que tinha
os bonecos dos cavaleiros, saudade da ansiedade em receber a mesada para comprar brinquedos novos, saudade do "mal posso esperar pra chegar amanhã pra ver o que vai acontecer no próximo episódio", saudade de andar que nem
um camelo com o Dani, atrás de coisas que eu nunca entendi bem o que era, saudade da segurança que ele sempre passava mesmo quando dava a entender que entrou na rua errada, saudade de experimentar coisas novas, saudade comprar sempre uma besteirinha no caminho, saudade da companhia dos amigos, saudade de muitas coisas que se perderam ou não existem mais.
Uma saudade que agora tá doendo pra caralho, mas que vale a pena sentir,
pq querendo ou não foram momentos fantásticos, de uma criança e uma adolescente feliz.
E vc? Quando foi a última vez que ficou nostálgica(o)? Ficou bocó como eu?
E o que te fez sentir assim? E a reflexão disso tudo?
É, tenho muito o que pensar e muito o que sentir.

* Se vc ainda não foi, vá!!! Mas esqueça tudo o que assistiu quando era mais novo(a), não crie preconceitos por conta da qualidade do desenho e as alterações/adaptações, curta como se no máximo soubesse o nome dos personagens, assim não irá se arrepender ^^
** Assista Cine Holliúdy.

2 comentários:

Thais dos Reis disse...

Muito legal este post, não sabia que tinha um Shopping ali... pelo que eu entendi é perto da minha casa. Vou lá passear um dia. Entendo perfeitamente suas colocações e acho muito normal essa sensação de nostalgia, que no fundo é boa e ruim ao mesmo tempo. A gente lembra das coisas legais que viveu e fica meio sentido, porque as coisas não serão mais como antes.

Barbara Rigolon disse...

<3